terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Capitulo 09 – Tem que ser especial!

Nick Narrando

Eu parei em frente à casa de Miley e toquei a campainha  uns segundos depois ela abriu a porta linda como sempre, a olhei dos pés a cabeça e parei hipnotizado em seus olhos.

- Você esta... Linda! – Disse em transe. Ela abaixou a cabeça envergonhada que brando o contato visual entre nós.
- Obrigada, você também esta ótimo nesse terno! – Ela elogiou ainda sem me olhar nos olhos. – Mas eu não entendo, por que toda essa arrumação? Me diz onde vamos, por favor? – Ela pediu.
- Surpresa! – Sorri e com a mão direita levantei seu rosto pelo queixo até estarmos olho a olho e lhe dei um selinho rápido. – Vem comigo! – Segurei sua mão e fui a arrastando até o carro de Joe, que eu tinha pegado “emprestado” para essa noite.
- Onde você esta me levando Nick? – Ela perguntou realmente ansiosa.
- Calma, você já vai saber! – Disse sorrindo. Essa noite seria inesquecível.

Dirigir por mais uns cinco minutos com a Mi sempre me perguntando onde estávamos indo, até que chegamos à praia.

- O que estamos fazendo aqui? – Ela perguntou saindo do carro e caminhando até ficar ao meu lado olhando o mar intenso.
- Não se preocupe, eu não fiz você se arrumar toda para vim a praia! – Disse rindo, e então rapidamente me abaixei e peguei Miley no colo estilo noiva a assustando.
- NICK! O que você ta fazendo seu doido! – Ela perguntou preocupada.
- Calma, apenas feche os olhos! – Pedi e ele o fez.
- Você não vai me jogar na água não né? Por que eu passei um tempão ajeitando o cabelo! – Ela reclamou.
- Relaxa! – Avisei, e então cheguei na beirada do mar e a coloquei sentada em um bote e  depois me sentei também.
- Nick  o que estamos fazendo aqui? – Ela perguntou me olhando assustada.
- Não falei para abri os olhos! – Disse brincalhão e ela bufou e fechou os olhos novamente.
- Você esta me levando para uma ilha ou algo assim? – Ela questionou.
- Você verá! – Disse apenas e ela cruzou os braços fazendo careta, continuei remando até chegar onde queria. – Pode abrir agora! – Pedi e ela abriu e olhou em volta encontrando um iate bem ao seu lado.
- Nick... É lindo! – Ela disse deslumbrada. Era exatamente aquele brilho que estava no olhar dela nesse exato momento que eu queria.
- Faça as honras! – Disse apontando para a escada que dava para o iate e ela sorriu animada e subiu, com um pouco de dificuldade pelo sapato de salto alto, mas quando ela subiu eu subi também logo depois dela. – Você gostou da surpresa? – Perguntei ainda um pouco nervoso.
- Se eu gostei? Eu amei! Essa foi a coisa mais linda que você já fez para mim! – Ela disse me abraçando apertado e eu logo correspondi ao abraço.
- Que bom que você gostou! – Disse aliviado.
- Mas por que tudo isso? – Ela perguntou me olhando curiosa.
- Eu apenas quero que essa noite seja especial, tem que ser especial! – Disse segurando seu rosto com as duas mãos e dando um beijo calmo, mas cheio de sentimentos.
- Eu te amo sabia! – Ela disse apartando o beijo.
- Sabia! – Disse rindo e a puxando para conhecer o iate.

Tinha uma sala bem confortável, com um sofá de quatro lugares branco e uma TV de LCD 40 polegadas, também tinha uma mesinha de centro de vidro perto do sofá. No cômodo ao lado tinha uma cozinha, com fogão, micro-ondas, um balcão médio e uns armários espalhados, tudo em um branco e bege bem distribuído. Logo após a cozinha havia uma porta que dava para um banheiro maior que banheiros normais, e seguindo direto dava a uma suíte, as paredes em vermelho, uma cama enorme no formato de um coração com pétalas de rosa que eu mesmo coloquei, havia uma TV na parede, e ma porta que dava para o closet.

- Nick, isso é maravilhoso! – Miley parecia não estar acreditando em tudo aquilo.
- Tem mais uma coisa! – Disse a puxando tudo de volta até estarmos ao ar livre, demos a volta no barco e atrás havia uma banheira grande de hidromassagem, e logo depois uma mesa com dois lugares.

Fui até uma das cadeiras e puxei para que miley pudesse sentar, e me sentei no meu lugar. Na mesa tinha dois pratos cobertos e duas taças, que eu tratei de colocar vinho, e no meio havia velhas pequenas, para não atrapalhar a visão um do outro.

 - Tudo esta perfeito! – Miley disse impressionada. – Posso me servi? – Perguntou.
- Claro! – e então nós tiramos o protetor de cima do prato revelando a comida.
- Macarronada? – Miley perguntou sorrindo.
- Eu sei que você adora macarronada e por isso eu fiz hoje para nos dois, e não, não foi pelo fato que eu apenas sei cozinhar isso! – Disse tentando disfarça.
- Não tem como essa noite ficar melhor! – Ela sorriu e começou a comer e eu fiz o mesmo.

Agora nós estávamos deitados em uma espreguiçadeira olhando as estrelas e conversando um pouco.

- Sabe, quando eu te vi pela primeira vez entrando pela porta da sala de aula do oitavo ano(serie), eu soube que você era a garota por quem eu queria passa o resto da minha vida. – Eu disse sorrindo ao lembrar.
- Serio? – Ela perguntou me olhando e eu abaixei a cabeça para olha-la, pois ela estava com a cabeça deitada no meu peito.
- Serio, eu lembro até hoje, o seus cabelos ondulados soltos balançando com o vento, o seu sorriso encantador e seus olhos brilhando assim como estão hoje! – Disse e ela aproximou mais o seu rosto do meu.
- Eu te amo! - Ela disse em um sussurro.
- Eu também te amo! – Disse sentindo meu coração acelerar e finalmente juntei nossos lábios em um beijo calmo e estremeci quando nossas línguas se encontraram em uma sintonia maravilhosa.

Miley colocou sua mão direita em meu pescoço e eu coloquei a esquerda em sua nuca, e a direita em volta de sua cintura nos aproximando ao Maximo. O beijo foi ficando mais intenso e de repente o lugar foi ficando mais quente. Miley foi desabotoando o terno em quanto eu beijava o seu pescoço dando vários beijinhos e chupões a fazendo estremecer.

Eu me levantei e puxei Miley comigo, fomos aos beijos para dentro do Iate, esbarrando nos moveis e até nos desequilibrando algumas vezes, mas sem perde o ritmo e a química.

Miley Narrando

Eu tirei o terno de Nick o jogando em qualquer lugar da sala, e comecei a desabotoar a sua camisa social branca sem parar o beijo, ele passava suas mãos por quase todo o meu corpo, se demorando em algumas partes. Terminei de abrir sua camisa e parei o beijo o olhando com malicia enquanto arranhava levemente o seu peitoral até a barriga tanquinho perfeita dele, olhei bem para o rosto dele enquanto o arranhava e a cara de excitação dele só me fez ficar mais animada.

Dei impulso nos ombros de Nick e prendi minhas pernas em sua cintura e o deixei que me carregasse até o quarto. Paramos na cozinha onde Nick me colocou sentada no balcão enquanto alisava e apertava minhas cochas me fazendo soltar gemidos baixos. Senti as mãos dele passaram pela minhas pernas e chegarem as minhas costas lentamente e começarem a abrir o zíper do meu vestido.

O afastei de perto de mim e pulei do balcão deixando que o vestido escorregasse do meu corpo e parasse no chão, tirei meus pés de dentro do vestido e fui caminhando de ré para o quarto.

- Você vem? – Perguntei-me já no corredor que dava para o quarto.
- Claro! – Ele respondeu me olhando com tanta malicia quanto eu, e eu adorei aquele olhar. 

Eu já recebi olhares de cobiça antes, mas aquele era o do Nick, e era bem mais diferente de quando ele me via de Biquine, agora era uma situação especial, e aquele olhar de desejo puro expresso nos olhos de Nick estranhamente me satisfez como mulher.

Quando chegamos ao quarto Nick estava me abraçando por trás enquanto dava vários beijos no meu pescoço, nuca e maxilar. E suas mãos estavam repousadas nos meus seios por cima do sutiã preto de renda. Senti meu corpo tenso no momento que suas mãos foram para ali, mas logo relaxei novamente, pois era o Nick e eu queria aquilo.

Ele se afastou de mim e logo senti meu corpo sendo erguido, olhei surpresa para Nick e ele apenas sorriu me dando um beijo calmo enquanto me carregava até a cama.  Quando senti a maciez dos lençóis sob meu corpo, me deixei relaxar e senti a trilha de beijos que Nick estava fazendo do final da minha barriga até meu pescoço e orelha.

- Você é perfeita, sabia? – Ele sussurrou em meu ouvido com uma voz incrivelmente sexy, eu apenas o olhei sorrindo, ergui meu corpo e juntei nossos lábios.

Nick passou suas mãos para fecho do meu sutiã o abrindo agilmente e me fazendo me perguntar se ele já fizera isso antes, com outra garota. Tirei meu sutiã já aberto e ele tirou sua camisa social também já aberta e voltou a me beijar, mas dessa vez foi descendo os beijos para o meu seio direito, enquanto massageava o outro com a mão livre.

Eu joguei a cabeça para traz sentindo um prazer incrível, e arranhei seus braços e ombros. Agarrei os lençóis da cama me contorcendo um pouco quando ele sugou meu seio com vontade. Depois de minutos de prazer assim, Nick foi subindo os beijos até encontrar minha boca e me de dar um beijo intenso. Interrompi o beijo jogando Nick para o lado e colocando cada perna de um lado de sua cintura, o prendendo.

- Estou no controle agora! – Disse sorrindo pervertida enquanto arranhava seu peito definido.
- Você gosta de ficar no controle? – Ele perguntou levantando-se um pouco mais eu logo tratei de empurra-lo fazendo seu corpo cair contra o colchão.
- Nunca estive no controle nessa situação, mas pode apostar que eu estou amando! – Disse me inclinando e mordendo de leve seu lábio inferior.
- Eu também! – Ele disse colocando suas mãos na minha cintura apertando um pouco e eu ofeguei baixo.

Sem aguentar mais me inclinei e o beijei rispidamente, e ele correspondeu no mesmo ritmo, passei os beijos para o seu pescoço, peito, barriga até chegar na barra da Box que ele estava usando e que coninha um volume incrível, comecei a brincar com a barra enquanto dava beijinhos por cima da Box o ouvindo gemer baixo.

Eu estava morrendo de vergonha, se meu pai me visse agora, eu já estaria morta, mas valeria apenas pela cara que Nick estava fazendo ao receber aqueles beijos. Ergui um pouco o meu corpo e finalmente tirei a Box, me deparando o seu membro ereto. Minha respiração parou por uns segundos, até que eu senti a mão de Nick sobre a minha, ele devagar colocou a minha mão no seu membro e eu sem saber muito bem o que fazer o apertei um pouco, não querendo machuca-lo, e quando ouvi o gemido dele soube que no o machucaria.

Apertei mais uma vez até que sem perceber comecei a fazer movimentos de vai e vem com a mão lentamente, Nick começou a gemer baixo e eu aumentei a velocidade o fazendo gemer mais alto e rápido. E assim fiquei por uns minutos até ele me virar bruscamente me deitando na cama e quase arrancando o seu membro na hora que viramos. Ele agilmente tirou minha calcinha e eu fiquei tensa de repente.

- Calma, não vou fazer nada que você não queira! – Ele avisou me olhando nos olhos, e aquele gesto carinhoso me fez relaxar um pouco.
- Eu confio em você! – Disse sorrindo carinhosa e ele devolveu o sorriso se inclinando e beijando de leve os meus lábios.

Ele esticou os braços pegando alguma coisa, que eu identifiquei como sendo uma camisinha, embaixo do travesseiro e a colocou, se posicionando.

- Preparada? – Ele perguntou me olhando novamente nos olhos e me passando confiança. E eu apenas concordei com a cabeça.

E então ele foi me penetrando lentamente, senti uma pontada aguda seguida de uma dor enorme, fechei os olhos e cravei as unhas nos ombros de Nick, quase pedindo que ele parasse. E então ele parou dentro de mim, respirei fundo varias vezes, tentado me recuperar da dor e na mesma hora que a dor foi parando Nick começou a se movimentar, como se ele tivesse lido minha mente e soubesse que aquele era o momento certo.

A dor foi voltando, mas com ela veio uma sensação que dominava todo o meu corpo, prazer. E de repente não havia mais dor, apenas um prazer imenso que já tinha me dominado. Nick foi aumentando cada vez mais a velocidade até estarmos incontroláveis. Eu gemia alto em seu ouvido, assim como ele que dava vários chupões em meu pescoço. Tentávamos nos beijar, mas o ritmo não permitia, e não queríamos parar aquele ritmo.

Então um gemido alto escapou pela minha boca e o meu corpo se arrepiou anunciando que eu tinha chegado ao Maximo e logo depois Nick também. Ele deixou seu corpo cair ao meu lado na cama, e ainda respirando ofegantemente ele se apoiou em seu antebraço e se inclinou em minha direção me dando um beijo calmo.

- Eu te amo! – Disse o olhando nos olhos, ele sorriu fraco e respondeu.
- Desculpas Mi, mas eu não te amo! – Ele disse caindo novamente ao meu lado na cama, mas eu me levantei rapidamente, ficando sentada o encerando incrédula.
- O que? – Perguntei irritada.
- Eu estou brincando sua linda! – Ele disse rindo e eu dei uma tapa no seu braço.
- Idiota! – Resmunguei brava, e ele me puxou para deitar em seu peito.
- Eu te amo! – Ele sussurrou no meu ouvido e eu me arrepiei um pouco.
- Eu também! – Me aconcheguei mais em seu peito o abraçando e logo dormi.

***

- Miley! – Ouvi alguém me chamar e abri os olhos lentamente, me deparando com Nick me olhando sorrindo. – Acorda bela adormecida! – Ele chamou, e eu me sentei na cama, com o lençol cobrindo a parte de cima do meu corpo e olhei para o relógio na parede.
- Bela adormecida nada, são três e meia da manha! – Disse sonolenta.
- Temos que ir, ou você quer que seus pais desconfie? – Ele perguntou já abotoando seu terno. E eu me deitei novamente na cama quando um turbilhão de memórias voltou a minha mente.
- Por que você não tira essa roupa e vem deitar aqui comigo? – Perguntei mordendo o lábio inferior.
- Hum... – Ele me olhou com malicia e caminhou até mim se inclinando na cama e ficando bem próximo ao meu rosto. – Não! Não quero que seu pai me mate tão cedo! – Ele disse sorrindo e foi caminhando para o banheiro.

Soltei o ar que estava prendendo com toda aquela proximidade e me levantei enrolada no lençol e comecei a procurar minhas roupas, que eu nem me lembrava da onde estavam.

***

- Até mais tarde! – Nick disse me abraçando pela cintura ao me deixar em frente a minha casa.
- Até! - Dei um ultimo beijo nele e esperei que ele entrasse no carro para finalmente entrar na minha casa, correr para o meu quarto, deitar na minha cama, e relembrar todos os momentos de ontem.


Sorry Guys, eu sei que era para eu ter postado antes, mas com a correria do natal e tals não deu, mas eu espero que tenham gostado desse presente de natal ENORME! foi muito trabalhoso fazer, kk. feliz natal atrasado para todas vocês, e beijos! bye!

6 comentários:

  1. GArota... Está totalmente perfeito.
    Não tenho nem palavras, eu amei muito esse capitulo Niley, muito romantico e muito fofo
    tenha um feliz natal (atrasado) e um feliz ano novo (adiantado)
    posta logo se não eu morro... HAHAHA' eu simplesmente AMO os capitulos Niley que você faz.... please faz mais assim...
    posta logo ok???
    xoxoxoxoxoxoxoxoxoxoxoxo

    ResponderExcluir
  2. ameiiii garota que foi isto... kkkk nossa este deve ter sido o melhor hot niley qee tu ja fez... ameiiii ... kkk ai como eu queria um Nick pra mim... ke guti kkkk
    bijinnn ameiii posta tipo agora kkk

    ResponderExcluir
  3. ola ! encontrei seu blog hoje e estou amando !! posta logo pfv !!!*_*

    se puder divulga meu blog ta flor ?
    voltaparamimmissao.blogspot.com
    obrigada :)

    ResponderExcluir
  4. selinho pra vc ...

    http://quandovocmeolhanosolhos.blogspot.com.br/2013/01/selinho-obrigada-sabrine-lima-eu-nunca.html

    ResponderExcluir
  5. Tem selo pra você aqui:
    http://jemi-tryagain.blogspot.com.br/2013/01/selo-divulgacao.html

    ResponderExcluir
  6. lindaaa posta llogoo... oke aconteceu???
    e entra no meu blog novo... espero que gostee.. :)
    http://vampirosemforks.blogspot.com.br/
    postaaa logooo plizz

    ResponderExcluir